Pedreiro pedala 42 km para frequentar a faculdade; agora ele é bacharel em Direito! iNFO Concursos


Pedreiro pedala 42 km para frequentar a faculdade; agora ele é bacharel em Direito

Joaquim Corsino sempre teve interesse pelos estudos, mas a vida dura que levava o obrigou a adiar o sonho de fazer uma faculdade por quase quatro décadas.

Ainda jovem, depois de ser reprovado no vestibular da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) em 1980, se viu obrigado a trabalhar para se sustentar. Conseguiu um emprego como pedreiro e se manteve na profissão por toda a vida.

Só que a vontade de estudar nunca o abandonou. Joaquim juntava todo dinheiro que ganhava e, com isso, conseguiu construir sua casa e ainda criar um fundo para pagar os estudos.

Em 2008, a primeira etapa do sonho se realizou. Joaquim conseguiu entrar numa faculdade particular para estudar Direito. Mas ele só conseguiu frequentar por dois anos, porque levou calote de um conhecido que pediu dinheiro emprestado e não pagou.

Foram mais quatro anos de economia para, em 2012, conseguir voltar aos estudos. Aí ele não parou mais. Para frequentar a faculdade, que ficava em Vitória, Joaquim precisava pedalar cerca de 21 quilômetros a partir da cidade onde vive, Cariacica. Diariamente ele percorria 42 km para ir e voltar.
A distância não causava desânimo no estudante: “Sempre quis fazer um curso de Direito para ajudar outras pessoas”, disse. “Quero ser delegado de polícia”.

Em julho de 2018, aos 63 anos, finalmente o sonho se realizou. Joaquim recebeu o diploma de bacharel em Direito, com direito a beca, chapéu quadrado e diploma.

E Joaquim não quer perder tempo. Ele entrou num curso preparatório para fazer o temido exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e já se inscreveu numa pós-graduação em Direito Penal e Processo Penal.

“Quando eu leio a Constituição no artigo quinto, que fala que todos têm direitos iguais, vejo que tem muita coisa boa nela e eu gostaria de contribuir para isso”.




FONTE: https://canalaetv.com.br/noticia/pedreiro-pedala-42-km-para-frequentar-faculdade-agora-ele-e-bacharel-em-direito

Enviar um comentário

0 Comentários